Motivos para falência: veja as razões para a quebra de empresas

 

Assessoria Contábil mostra motivos para falência de uma empresa

É comum encontrar nos meios de comunicação diversas notícias e dicas que ajudam uma empresa a alcançar o sucesso, mas pouco se fala do caminho inverso, ou sejam os motivos para falência de empresas. Ter conhecimento sobre os possíveis riscos também é fundamental para diminuir o índice de erro nas tomadas de decisão. Por isso, consultar uma assessoria contábil, assim como conhecer o seu mercado de atuação são atitudes que podem evitar que o seu negócio quebre.

Segundo pesquisas divulgadas pelo SEBRAE, no Brasil são criados cerca de 1,2 milhão de novos negócios anualmente (99% deles micro e pequenas empresas). Porém, muitas companhias não resistem aos primeiros anos de atividade. No Estado de São Paulo, 2 em cada 10 companhias registradas no CNPJ fecham as portas antes de completarem 2 anos.

Muitos empresários acreditam que o cenário econômico e a falta de apoio governamental são os principais motivos para o insucesso, mas essas não são as únicas razões. Muitos desejam empreender, mas não estão aptos ou possuem as ferramentas e conhecimentos necessários para abrir um negócio próprio.

Ter capital para investir, contar com bons funcionários e possuir um produto ou serviço que tenha espaço no mercado não garantem sucesso empresarial. É necessário ter uma gestão consolidada e um comportamento empreendedor para minimizar os riscos. A seguir, acompanhe os principais erros de gestão que podem levar o seu negócio à falência.

assessoria contábil

Conheça os seis principais fatores e motivos para falência de uma empresa, segundo uma Assessoria Contábil

1 – Falta de conhecimento

A falta de informações, tanto da parte gerencial quanto específica do negócio, lidera a lista de erros mais comuns dos empreendedores. Fatores como hábitos dos clientes, concorrência e oferta de fornecedores, por exemplo, deve ser levados em consideração o tempo todo como plano de fundo de todos os outros procedimentos. A falta de conhecimento técnico e intuitivo gera desorganização e descontrole. Antes de abrir uma empresa analise a segmentação de mercado e as novidades e a concorrência.

2- Falta de preparação

Prepara-se antes de entrar no mercado! Uma gafe cometida por empresários é a falsa percepção de que o conhecimento a respeito do mercado em que se pretende entrar se restringe ao serviço oferecido em si. Para uma gestão equilibrada, se faz necessário saber minuciosamente de todos os processos que integram um empreendimento. Conhecimento detalhado é um dos segredos para estimular um crescimento saudável. Ter em mente os processos que envolvem o negócio é obrigação do empreendedor.

3 – Deficiências na gestão!

Muitas vezes o fracasso acontece quando o gestor não percebe o momento certo e a necessidade de ter um planejamento para pagamento de tributos, cálculo do capital de giro ou do pró-labore (no caso de empresas com sócios), separando bem as finanças pessoais das corporativas.

No caso de pequenas e microempresas, o empreendedor planeja tudo sozinho e assume a responsabilidade por diversas áreas, o que pode reduzir sua atenção aos detalhes importantes. Uma alternativa é buscar auxílio de uma assessoria contábil, pois é uma maneira de ter mais tempo para focar nas atividades mais importantes.

Assessoria Contábil

4 – Falta de comunicação

Invista na construção da identidade da sua empresa para que a marca tenha uma reputação positiva. Divulgar serviços e esclarecer dúvidas dos potenciais clientes é um passo essencial para alavancar as vendas e cuidar da manutenção da imagem. A comunicação interna também é fundamental para que todos os funcionários falem a mesma língua, principalmente no atendimento aos clientes.

5 – Falta de identidade

Tome cuidado com a falta de identidade! A análise e inspiração em outros modelos de negócios de sucesso e, até mesmo, da concorrência é saudável e deve existir, tanto no aspecto da aprendizagem do mercado semelhante, quanto na observação de erros para saber o que não fazer. Porém, copiar é um erro, já que quando não há a criação de uma identidade, a empresa não consegue se destacar porque não têm diferenciais.

6 – Falta de controle financeiro

A falta de controle financeiro é umas das principais características das gestões desorganizadas e um dos principais motivos para falência das empresas. Isso decorre da falta de hábito do empreendedor em detalhar, recebimentos e pagamentos e, assim, manter o saldo de caixa sob controle. Este cenário faz com que os investimentos e evoluções da empresa fiquem reduzidos e engessados.

Eventuais discordâncias financeiras devem ser questionadas e as planilhas de valores a receber e a pagar devem ser acompanhadas diariamente. É preciso diferenciar valores fixos e variáveis no planejamento, manter atenção aos preços cobrados por fornecedores, controlar o estoque, e com base nestes dados, realizar um balanço ao final de cada mês. Por isso, é fundamental investir em uma assessoria contábil, para que as projeções sejam mais precisas e as metas sejam alcançadas mensalmente.

Orçamento Online

Deixe um Comentário

Contar com os serviços da MF Consultoria é ter a garantia de que sua empresa terá toda a assistência necessária.

Estamos sempre próximos, realizando reuniões mensais, detectando novos e melhores caminhos, prevenindo problemas e oferecendo soluções adequadas.

Fale com a gente

POSSO AJUDAR?