Custo de Mercadoria Vendida: como é feito o cálculo do CMV?

Como calcular custo do produto vendido?
Saber exatamente qual o custo de mercadoria vendida contribui com uma melhor precificação dos seus produtos e, consequentemente, com uma maior saúde financeira para a sua empresa. Saiba tudo, agora, sobre como fazer o cálculo do CMV

Para que uma empresa possa ter sempre saúde financeira em dia e manter todos os seus pagamentos em ordem, é fundamental que conheça alguns conceitos que podem contribuir de forma positiva com a organização das suas finanças.

O cálculo do CMV é justamente um desses conceitos que contribuem com uma melhor organização da empresa, uma vez que esse dado revela o exato preço de custo de uma mercadoria – indo muito além daquele que se paga ao adquiri-la.

Assim, é fundamental que você, enquanto empreendedor, tenha sempre à mão esses conceitos, de forma que possa aproveitá-los para melhor estruturar seu negócio, levando-o ao lugar que você realmente quer que ele chegue.

Confira, então, o que é esse cálculo e como realizá-lo!

O que é Custo de Mercadoria Vendida (CMV)?

Custo de Mercadoria Vendida é o valor total que uma empresa mobiliza para ter consigo os itens que serão disponibilizados ao mercado. Ou seja, o CMV é o preço de custo de um produto, o que vai muito além, no entanto, do valor da sua compra.

O CMV considera, além do valor pago para a aquisição de um produto, fatores como impostos, valores gastos no transporte do produto, o custo da sua armazenagem, etc.

Tudo aquilo que, portanto, é necessário mobilizar para termos um produto para a venda, é considerado no CMV, o que vai fornecer, por sua vez, um resultado importante para se considerar no momento de colocar o produto no mercado, com seu valor correto.

Para que serve o Custo de Mercadoria Vendida?

Saber qual o Custo de Mercadoria Vendida contribui com uma melhor organização do caixa da sua empresa. Esse valor é determinante porque é por meio dele que conseguimos fazer a precificação correta dos produtos que serão disponibilizados para o mercado.

Assim, você tem sempre em conta o que precisa vender e qual o faturamento que deve atingir para manter seu estoque em dia com seus produtos, sem reduzir o poder de compra do seu negócio e ficar em uma situação que não possa atender às demandas do mercado.

Quer saber como melhorar o controle de caixa da sua empresa?

Como é feito o cálculo do CMV?

Para fazer o cálculo do CMV é necessário mobilizar alguns cálculos que já devem fazer parte dos relatórios financeiros e contábeis da sua empresa.

Assim, é igualmente importante ter os documentos do seu negócio sempre bem organizados, de forma que seja simples buscá-los para, então, ter acesso às suas contas.

Veja, a seguir, quais são os elementos que fazem parte do cálculo do CMV e como apurá-lo.

Elementos inclusos no cálculo

Os elementos que uma empresa precisa apurar para descobrir qual o resultado do CMV em um período são: as compras realizadas, o valor do estoque inicial e o valor do estoque final.

Ao fim da apuração, deve-se aplicar a formulação:

  • CMV = EI + C – EF

Veja, a seguir, o que é e como apurar cada variável.

como o CMV auxilia a gestão estratégica da sua empresa?

Compras

O valor das compras vai além daquele que consta na nota fiscal de saída, fornecida pela empresa que vendeu os produtos para o seu negócio.

Nesse valor devem também constar toda a sorte de impostos, custos com frete, com o armazenamento – caso necessite de algo mais especial – e até mesmo de manuseio no traslado.

Tudo o que, de alguma forma, gere custos para a empresa deve ser adicionado a esse valor – até mesmo o custo das caixas masters, por exemplo.

Valor do Estoque Inicial

O valor do estoque inicial é o cálculo de tudo aquilo que está em seu estoque no ato da adição do valor daquilo que foi comprado.

Assim, o valor do estoque inicial também deve assumir os custos com a manutenção da mercadoria armazenada durante o tempo – caso incida.

Esse é um cálculo bastante importante, uma vez que os valores podem sofrer variação ao longo do tempo, entre uma compra e outra e, ainda, entre custos de transporte ou armazenagem.

Valor do Estoque Final

Em relação ao valor do estoque final, assume-se o saldo final do estoque no período analisado, descontando todas as vendas e demais saídas que ocorreram ao longo do tempo estudado.

O valor do estoque final é fundamental de ser apurado para que as projeções de compras sejam melhor definidas pela empresa.

CMV por Mercadoria

Nesse tipo de cálculo consideramos a quantidade de itens que existem em estoque.

Assim, se uma empresa dispõe de 10 itens em estoque, no início do mês e ao longo do período adquiriu mais 10 e, ao fim do mês, tinha apenas 5 em estoque, aplicamos o seguinte cálculo:

  • CMV = EI + C – EF

O CMV, neste caso, especificamente, é assim calculado:

  • CMV = 10 + 10 – 5
  • CMV = 15

CMV por Saldo Monetário

O cálculo do Custo de Mercadoria Vendida por saldo monetário considera o valor que a empresa mobilizou em estoque e o valor convertido em vendas.

Assim:

  • CMV = EI + C – EF

O CMV, neste caso, utilizará o valor em dinheiro depositado, tendo cada item custado para a empresa R$ 1 mil.

  • CMV = 10.000 + 10.000 – 5.000
  • CMV = 15.000

Assim, independente do valor da venda, o cálculo revela que os 15 itens vendidos custaram R$ 15 mil para a empresa.

entenda a fórmula para cálculo

Qual é a importância de saber o Custo de Mercadoria Vendida?

Conforme vimos nos exemplos acima, saber o CMV contribui com uma melhor precificação dos itens que vendemos, além de ser também diretamente responsável pelo planejamento de nossas aquisições.

Dessa forma, temos um melhor controle de estoque e, assim, melhores resultados em relação ao nosso controle financeiro e fluxo de caixa.

A MF é uma Assessoria Contábil especializada na gestão da sua empresa! Conheça agora nossos serviços!

Conclusão

O cálculo do Custo de Mercadoria Vendida é fundamental para que uma empresa possa fazer um controle correto do preço de venda dos seus produtos, bem como um controle de estoque mais realista.

A partir dos valores que o CMV nos entrega, é possível, portanto, levar mais saúde financeira para o nosso negócio, bem como melhorar a gestão empresarial como um todo.

Deixe um Comentário

Contar com os serviços da MF Consultoria é ter a garantia de que sua empresa terá toda a assistência necessária.

Estamos sempre próximos, realizando reuniões mensais, detectando novos e melhores caminhos, prevenindo problemas e oferecendo soluções adequadas.

Fale com a gente

POSSO AJUDAR?