Precificação: o que é, como definir e calcular [2021]

Consultoria Contábil

A precificação é muito mais do que colocar preço em um produto ou serviço, pois define toda a estratégia do seu negócio e te conduz a refletir sobre ele.

Definir o preço correto de um produto ou de um serviço é muito mais do que calcular o custo dele e a sua margem de lucro.

É necessário fazer pelo menos dois movimentos: O de olhar para dentro da sua marca, para fora dela e para o futuro da sua empresa. Saiba, agora, como fazê-los e o que levar em conta.

O que é a precificação?

A precificação é o processo pelo qual uma empresa passa a fim de determinar o valor mais adequado para os seus produtos ou mesmo para a prestação de serviços.

Assim, é um processo determinante para que um negócio possa manter-se sempre lucrativo, atrativo ao seu público e, sobretudo, rentável.

Um bom processo de precificação olha muito mais para dentro da empresa, no entanto, do que para fora dela – como muitos podem imaginar.

Para que se possa determinar o preço de um produto ou mesmo de um serviço, é fundamental que a empresa saiba, de fato, qual o valor que ela mobiliza para custeá-lo internamente.

Saiba mais: Indicadores Financeiros: o que são, principais e como avaliar

Precificação: o que é

Qual a diferença entre preço e valor?

Em linhas gerais, o preço é o que o consumidor paga, enquanto o valor é aquilo que é atribuído socialmente, convencionando o que tem valor e o que não tem, sem que isso esteja necessariamente ligado ao preço em si.

Dessa forma, o preço de um produto ou o preço que se cobra por um serviço não é, necessariamente, aquele que ele realmente vale.

Em um exemplo prático, podemos pensar no valor que um alimento tem e no preço dele. Uma experiência naquele restaurante em que costumamos almoçar, no meio da semana, durante o trabalho, tem um valor e um preço.

Agora, aquela experiência gastronômica, embora possa ter os mesmos ingredientes da refeição que fazemos durante a semana e que reservamos para ocasiões especiais, tem um outro valor e um outro preço – geralmente mais elevados.

Isso se dá porque o serviço prestado pode ser mais complexo, profissionais mais capacitados podem ser requisitados e até mesmo a estrutura do ambiente pode ser diferente.

Dessa forma, atribuímos um valor diferente e temos um preço diferente como resultado, embora estejamos tratando da mesma coisa: comida.

Portanto, é por isso que precisamos não só olhar para o mercado, mas para dentro dos nossos negócios, das nossas empresas, ao determinarmos o preço e o valor do que será ali realizado.

Isso se dá, sobretudo, porque apenas a nossa empresa sabe o que se investe para que aquele valor esperado possa ser de fato atribuído e o investimento nisso realizado – o que tem a ver, portanto, com preço. E, assim, com precificação.

Saiba mais: Redução de custos: o que é, como fazer e estratégias para sua empresa

Importância de fazer a precificação correta

A importância de se fazer a precificação correta de um produto ou de um serviço prestado está relacionada, sobretudo, ao valor que está atrelado à ideia de preço.

Dessa forma, precificar corretamente não define, apenas, o que é caro ou o que é barato, mas, sim, e essencialmente, ao valor que você ambiciona que o seu público possa atribuir ao seu produto, ao seu serviço ou à sua empresa.

Assim, é fundamental que a sua empresa conheça com precisão a sua cadeia de produção, de compra e de venda, ou mesmo o seu regime de contratação, valores pagos aos colaboradores e benefícios.

Isso determinará a qualidade do que você pode oferecer e, por conseguinte, o valor que poderá ser atribuído ao que você faz pelo seu público. E, com isso, determinar o preço do que é feito.

Estratégias de precificação: qual definir?

Dentre as principais estratégias de precificação temos: definição de preço por concorrência, diferenciação, margem de contribuição e posicionamento de marca.

  • Definição de preço por concorrência

Se trata do “olhar para fora” e ver o comportamento do mercado em relação ao mesmo tipo de produto ou segmento em que você opera.

  • Diferenciação

Se trata de aplicar preço a partir daquilo que a sua marca entrega e que nenhuma outra entrega. Por exemplo: Quão exclusiva é a sua marca? Quão exclusivo é o seu produto?

Saiba mais: Modelagem de Processos: o que é, benefícios e como implantar

Consultoria Empresarial

  • Margem de contribuição

Se trata da definição de preço de acordo com aquilo que se paga enquanto tributo sobre o que é produzido ou comercializado.

  • Posicionamento de marca

Se trata da definição de preço por meio da forma em que a sua marca deseja se posicionar no mercado, empregando valor em seus produtos de forma diferenciada e associada ao preço.

Como fazer a precificação de produto ou serviço?

Fazer a definição de preço de um produto ou de um serviço deve levar em conta alguns aspectos que são relacionados aos custos fixos e variáveis dele, indicadores de desempenho e margens de lucro anteriores, a concorrência e até mesmo seu fluxo de caixa.

Veja como fazê-la:

Considere custos variáveis

Verifique atenciosamente quais são todos os custos fixos e variáveis daquilo que você produz, vende ou presta enquanto serviço.

Dê especial atenção ao que você tem enquanto custo variável – como valor do frete ou do combustível utilizado ­– na composição do seu preço, sempre trabalhando com uma margem adequada.

Saiba mais: Assessoria aduaneira: Entenda a importância e como funciona!

Precificação: o que é, como definir e calcular

Análise indicadores e margens anteriores

Dê mais atenção aos indicadores anteriores do seu negócio – como ticket médio e item-venda, quando se tratar do comércio; sazonalidade, quando se tratar de serviços e recursividade de pedidos quando se tratar de indústria.

Com esses indicadores você pode mensurar de forma mais palpável o valor que seu produto pode ter enquanto potencial e a aceitabilidade desse dado para o mercado.

Quer saber mais?

Pesquise a concorrência

Olhar para fora pode não ser o mais importante, mas ainda é quando se trata da precificação dos seus produtos, serviços e insumos de produção.

Portanto, observe com cuidado as práticas da concorrência – o que vai além do preço, lembremos – e mensure a competitividade da sua empresa diante do seu mercado.

Saiba mais: Como funciona a terceirização da folha de pagamento? (Guia)

Prepare o caixa da empresa

O caixa da sua empresa deve estar preparado para qualquer tipo de ajuste de valor, seja para mais, seja para menos.

Isso se deve à necessidade de adaptá-lo com a frequência dos seus recebimentos e dos seus pagamentos. Portanto, não faça alterações de preço sem antes fazer uma análise cuidadosa da frequência de caixa que seu negócio exige.

A MF Consultoria Contábil contribui com uma melhor análise das necessidades e potencialidades da sua empresa no momento de definir o preço dos seus produtos ou serviços! Saiba mais.

Conclusão

A precificação de um produto ou de um serviço depende da relação entre preço e valor que ele tem, de forma intrínseca, do seu mercado e até mesmo do seu posicionamento de marca.

Portanto, a definição de preço não deve ser uma atividade de “olhar para fora” do seu negócio – para o seu mercado, portanto -, apenas. E, sim, um movimento de análise do que a sua empresa é e quer ser.

Deixe um Comentário

Contar com os serviços da MF Consultoria é ter a garantia de que sua empresa terá toda a assistência necessária.

Estamos sempre próximos, realizando reuniões mensais, detectando novos e melhores caminhos, prevenindo problemas e oferecendo soluções adequadas.

Fale com a gente

POSSO AJUDAR?